O ativo diferido das empresas que entraram para o mercado de capitais brasileiro no ano de 2007: uma análise empírica - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v8n24p59-80

Marcelo Haendchen Dutra, Luiz Alberton, Thaís Vieira da Silva, Antonio Cezar Bornia

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo verificar se os gastos contabilizados no ativo diferido das empresas que entraram para o mercado de capitais brasileiro (BOVESPA) no ano de 2007 possuem a capacidade de impactar significativamente seus resultados econômicos. Para atingir o objetivo proposto realizou-se um levantamento a partir dos dados publicados na homepage da CVM. A pesquisa tem caráter descritivo e a abordagem adotada dá-se tanto qualitativa quanto quantitativamente, utilizando-se para a análise e interpretação dos dados a técnica de análise documental. São escrutadas as demonstrações contábeis consolidadas e as notas explicativas de 63 das 92 companhias que entraram para o mercado de capitais brasileiro no ano de 2007. Verifica-se que, deste contexto, 35 empresas apresentam valores considerados ‘Relevantes’ se comparados a outras contas do seu balanço patrimonial, muito embora que em apenas 2 destas tenha sido observado, clara e objetivamente, uma significativa capacidade de impactar em seus resultados econômicos.

Palavras-chave


Ativo Diferido; Demonstrações Contábeis; Mercado de Capitais.

Texto completo:

PDF


Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, Brasil. ISSN: 2237-7662


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional