Análise de Confiabilidade do SICOGEA - Sistema Contábil Gerencial e Ambiental - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v12n35p9-27

Autores

  • Bernadete Limongi Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (SC)
  • Sandro Vieira Soares Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (SC)
  • Claudio Luiz de Freitas

Palavras-chave:

Análise de confiabilidade, Profissionais, SICOGEA.

Resumo

A área ambiental tem sido discutida por vários profissionais, porém pouco ainda se relata sobre a Contabilidade Ambiental. Assim, a fim de criar um sistema que pudesse fornecer dados ambientais e contabilizá-los, optou-se pela realização do SICOGEA - Sistema Contábil-Gerencial Ambiental. Antes, porém, fazia-se necessário realizar uma análise de confiabilidade. Entrevistas semiestruturadas foram realizadas com profissionais de diversas áreas. Foram enviados, via e-mail, 55 instrumentos de análise, dos quais 53 retornaram, em 30 dias. Na análise empreendida verificou-se, como vantagem inicial da gestão ambiental, o envolvimento da sociedade, pois, conhecendo a realidade local, as possibilidades de solução para as questões ambientais tornam-se mais exequíveis. Percebeu-se uma relação entre as respostas aos questionários e a atividade profissional e acadêmica dos inquiridos: aqueles envolvidos mais diretamente com a área ambiental não demonstraram preocupação com lucratividade, mas aqueles voltados à área econômica entenderam que a gestão ambiental somente terá sucesso quando trouxer vantagem econômica. Percebeuse, pois, entre estes últimos, uma clara preocupação com a sobrevivência no mercado. E é nesse contexto que se insere o SICOGEA, uma nova alternativa de gestão e Contabilidade Ambiental, pois é um sistema que pode ajudar a elucidar a problemática ambiental e possibilitar o uso de tecnologias simples e eficientes, visando à preservação, ao mesmo tempo em que atende às exigências da legislação vigente.

Biografia do Autor

Bernadete Limongi, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (SC)

Doutora pela Universidade de São Paulo com Pós-Doutorado pela University of Essex, Docente do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade da UFSC, pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Meio Ambiente e Contabilidade - NEMAC.
Registro CRC: SC-024359/O

Sandro Vieira Soares, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (SC)

Contador, mestrando em Contabilidade pelo PPGC/UFSC, bolsista Capes, pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Meio Ambiente e Contabilidade - NEMAC e Núcleo Interdisciplinar de Estudos da Inovação e do Trabalho - NINEIT.
Registro CRC: SC-035633/O

Claudio Luiz de Freitas

Contador, Especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades, mestrando em Contabilidade pelo PPGC/UFSC, bolsista CAPES-REUNI, pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Meio Ambiente e Contabilidade - NEMAC.
Registro CRC: SC-034738/O

Downloads

Como Citar

Limongi, B., Soares, S. V., & Freitas, C. L. de. (2013). Análise de Confiabilidade do SICOGEA - Sistema Contábil Gerencial e Ambiental - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v12n35p9-27. Revista Catarinense Da Ciência Contábil, 12(35), p. 09–27. Recuperado de https://revista.crcsc.org.br/index.php/CRCSC/article/view/1690

Edição

Seção

Artigos