Percepção dos contadores sobre o Exame de Suficiência do CFC - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v15n45p49-62

Autores

  • Nadielli Galvão Universidade Federal de Pernambuco

Palavras-chave:

Educação contábil, Exame de Suficiência, Profissional contábil.

Resumo

O objetivo deste estudo é verificar a percepção dos contadores quanto à realização do Exame de Suficiência. Os dados foram coletados por meio de um survey com contadores cadastrados em grupos de discussão contábil em uma rede social. O instrumento de coleta de dados foi composto de perguntas acerca do perfil dos respondentes, da sua percepção quanto à realização e à abordagem da prova aplicada, e trouxe a oportunidade dos contadores destacarem sugestões para a melhoria da avaliação. Como principais resultados são destacados o fato de 81,82% dos respondentes acreditarem que o exame proporciona valorização profissional e 82,73% perceberem que o exame ajuda a selecionar os profissionais mais capacitados. 89,55% dos respondentes são a favor da continuidade da avaliação, 53,61% acreditam que esta avaliação necessita de algumas melhorias. A principal recomendação apontada pelos participantes foi a necessidade de uma melhor adequação da prova à realidade empresarial. 

Biografia do Autor

Nadielli Galvão, Universidade Federal de Pernambuco

Mestra em Ciências Contábeis pela UFPE. Professora da Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco (SOPECE). 

Downloads

Publicado

26/07/2016

Como Citar

Galvão, N. (2016). Percepção dos contadores sobre o Exame de Suficiência do CFC - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v15n45p49-62. Revista Catarinense Da Ciência Contábil, 15(45), p. 49–62. Recuperado de https://revista.crcsc.org.br/index.php/CRCSC/article/view/2200

Edição

Seção

Artigos