Entidades Filantrópicas e a Contabilidade: Aspectos Conceituais e Legais - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v3n5p17-27

Autores

  • Cristina Melim Petrelli

Resumo

As mudanças, cada vez mais velozes, acontecem nas mais diferentes esferas: econômica, tecnológica, social, política e cultural... Ao mesmo tempo em que as transformações nos desestabilizam, trazem, em si, indícios de grandes perspectivas, que nos impulsionam ao crescimento pessoal e institucional. Em função das mudanças que ocorrem, as entidades filantrópicas precisam buscar conhecimento e constante atualização, principalmente no que se refere às exigências legais. Pensando nestas mesmas mudanças, nos ocorreu o interesse de esclarecer as pessoas sobre o que é a filantropia, qual o embasamento legal, quais as isenções e a visão da contabilidade neste contexto. Acreditamos que o assunto é bastante amplo e questionável, mas a classe contábil esta se preparando cada vez mais para conseguir mensurar, quantificar e valorar as ações do chamado "Terceiro Setor".

Biografia do Autor

Cristina Melim Petrelli

Bacharel em Ciências Contábeis pela Univali; Assistente administrativa e Docente do Curso de Contábeis da UNIVALI, Docente na FEBE no Curso de Contábeis; Contadora CRCSC 024363jO-O e Mestranda em Administração/UFSC.

Downloads

Publicado

2011-09-27

Como Citar

Petrelli, C. M. (2011). Entidades Filantrópicas e a Contabilidade: Aspectos Conceituais e Legais - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v3n5p17-27. Revista Catarinense Da Ciência Contábil, 3(5), p. 17–27. Recuperado de https://revista.crcsc.org.br/index.php/CRCSC/article/view/996

Edição

Seção

Artigos