Gestão dos Aspectos e Impactos Ambientais em um Condomínio com o Envolvimento da Contabilidade Ambiental - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v8n22p9-26

Elisete Dahmer Pfitscher, Ana Paula Linhares de Araújo, Ernesto Fernando Rodrigues Vicente, João Paulo de Oliveira Nunes

Resumo


Com o crescimento da população e das necessidades de consumo, crescem também as agressões ao meio ambiente. Com isso, se deve procurar novas formas de um crescimento sustentável. Esta pesquisa discute como a contabilidade, por meio de seus controles, pode auxiliar no processo de gestão do meio ambiente em um condomínio residencial. A metodologia adotada é a pesquisa exploratória e descritiva. Está dividida em quatro fases, em que a primeira se refere à apresentação do tema e problema, e dos objetivos, seguida pela fundamentação teórica e a metodologia aplicada ao estudo. Já a terceira fase, envolve um estudo sobre o sistema de gestão ambiental e o condomínio. Por último, na quarta fase, são mostrados os resultados da pesquisa e proposto um plano resumido de gestão ambiental, o 5W2H (What?Why?When?Where?Who?How? e How much?), evidenciado por meio do método SICOGEA – Sistema Contábil Gerencial Ambiental. Ao final, concluiu-se que os prédios buscam cada vez mais atender aos padrões exigidos de qualidade ambiental. Entre os pontos levantados, notou-se a preocupação com a reutilização da água. A sustentabilidade deste condomínio encontra-se com um grau de 46,67%, considerado “deficitário”, demonstrando o quanto ainda deve evoluir nesse sentido.


Palavras-chave


Contabilidade Ambiental; Gestão Ambiental; SICOGEA; Condomínio

Texto completo:

PDF


Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, Brasil. ISSN: 2237-7662


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional