Controle gerencial e auditoria de gestão: uma análise dos aspectos comportamentais e influências - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v8n24p23-39

Carlos Alexandre Nascimento Wanderley, Jeisom de Melo Fajardo

Resumo


Em face da nova perspectiva para os trabalhos de auditoria governamental proposta pelo Tribunal de Contas da União (TCU), agora direcionados para aspectos relacionados ao desempenho da gestão, e pela notoriedade que o debate a respeito do tema possui, este estudo busca responder questão de extrema relevância para o planejamento e desenvolvimento dos trabalhos de campo nas auditorias com foco no desempenho da gestão: os aspectos comportamentais, relacionados com sistemas de controle gerenciais, exercem influência no planejamento e desenvolvimento dos trabalhos de campo numa auditoria de gestão? Prosseguindo, este estudo baseou-se também em propósitos secundários, como a identificação e mensuração da influência dos aspectos comportamentais no processo de gestão das organizações e evidenciação da forma como os aspectos comportamentais são abordados por ocasião do planejamento e execução das auditorias governamentais. Metodologicamente foi realizada pesquisa bibliográfica e documental. Ao final do estudo conclui-se que o planejamento e desenvolvimento dos trabalhos de campo são influenciados pelos aspectos comportamentais, e que os mesmos possuem participação efetiva tanto na atuação dos sistemas de controles internos, quanto no desempenho da gestão organizacional como um todo.

Palavras-chave


Auditoria de Gestão; Controle Gerencial; Comportamento

Texto completo:

PDF


Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, Brasil. ISSN: 2237-7662


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional