Um estudo acerca do uso da gestão de riscos estratégicos na auditoria de gestão da Marinha do Brasil - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v10n28p73-89

Stella Regina Reis da Costa, Jeisom de Melo Fajardo

Resumo


Em face das novas perspectivas para os trabalhos de auditoria, agora dirigidos para aspectos relacionados ao desempenho da gestão, e pela notoriedade que o debate a respeito do tema possui, a partir das determinações emanadas pelo órgão máximo de fiscalização do Poder Executivo Federal – O Tribunal de Contas da União –, determinados aspectos afetos ao alcance da excelência da gestão ganharam destaque. Neste estudo, procura-se explorar o impacto que a ferramenta de gerenciamento de riscos promove no desempenho dos processos de gestão das Unidades Jurisdicionadas da Marinha do Brasil, sob a ótica dos resultados estratégicos pretendidos pelo órgão, por meio da pesquisa bibliográfica. Diante disto, e tendo em vista as condicionantes impostas pelo Tribunal de Contas, para apresentação das prestações de contas do erário, verificou-se que a necessidade de implantação do Planejamento Estratégico nas unidades administrativas da Marinha do Brasil ficou imperiosa, que os riscos estratégicos mais relevantes dizem respeito à necessidade de pessoal e material, que os riscos operacionais devem ser acompanhados pelos gestores e que o gerenciamento dos riscos em nível estratégico irá requerer o comprometimento e o acompanhamento permanente dos altos escalões da Administração da Marinha.

Palavras-chave


Estratégia; Auditoria de Gestão; Gestão de Riscos.

Texto completo:

PDF


Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, Brasil. ISSN: 2237-7662


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional