Desempenho econômico e evidenciação ambiental: análise das empresas que receberam o Prêmio Rumo à Credibilidade 2010 - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v10n30p9-26

Gislaine Pereira, Fernando Nitz de Carvalho, Edna Ghiorzi Varela Parente

Resumo


Nas últimas décadas cresce o interesse da sociedade em questionar o desempenho ecológico das organizações, oportunamente por defender e preservar o meio ambiente para a geração contemporânea e futura. Diante do exposto, as empresas preocupam-se em evidenciar suas informações referentes às ações sociais e ambientais. Nesse contexto, este estudo objetiva analisar o desempenho econômico e a evidenciação ambiental de organizações brasileiras. A amostra compõese de dez empresas que apresentaram os melhores relatórios de sustentabilidade no ano de 2009, segundo a pesquisa "Rumo à Credibilidade 2010", excetuando a instituição financeira Itaú e a empresa de saneamento Sabesp, em virtude da dificuldade de se encontrar os índices-padrão dos respectivos setores. A metodologia empregada classifica-se como empírica, básica, quanti-qualitativa, descritoexploratória e documental. A amostra foi selecionada pela qualidade na evidenciação de informações ambientais e pelas demonstrações contábeis publicadas pelas empresas. Para atingir os objetivos estabelecidos utilizou-se indicadores econômicos, o ROI (Return On Investment) e o ROE (Return On Equity). Comparou-se os índices de rentabilidade de cada empresa dos anos de 2008, 2009 e 2010 com índices-padrão de empresas do mesmo ramo de atividade. Constatou-se que apesar da crise financeira vivenciada nesse período, as empresas que evidenciam informações ambientais possuem um desempenho econômico favorável, com indicadores econômicos suficientes para tal, ou seja, são empresas rentáveis, capazes de se manter competitivas no mercado. Com os resultados da pesquisa, verificou-se que é possível adotar práticas sustentáveis, sem agredir a rentabilidade da empresa.

Palavras-chave


Evidenciação ambiental; Desempenho econômico; Contabilidade ambiental.

Texto completo:

PDF


Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, Brasil. ISSN: 2237-7662


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional