Ranking dos programas de pós-graduação acadêmicos em contabilidade no Brasil, no triênio 2010-2012 - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v15n46p74-87

Sandro Vieira Soares, Fernando Dal-ri Murcia

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar o desempenho dos programas de pós-graduação em Contabilidade no Brasil, no triênio 2010-2012, com base na produção bibliográfica veiculada em periódicos científicos. Para isso, foram analisados cinco indicadores: pontuação total por programa de pós-graduação; pontuação média por professor; coeficiente de variação da produção; percentual de professores produtivos e nível de inserção internacional. A amostra desta pesquisa é composta apenas dos programas de pós-graduação acadêmicos. Os dados acerca da produção bibliográfica dos programas e dos docentes foram obtidos a partir da avaliação trienal da Capes de 2013, bem como da análise do curriculum lattes dos docentes vinculados aos programas. Os resultados da pesquisa evidenciaram que: (i) no quesito pontuação total, as instituições que obtiveram melhor desempenho foram FURB, USP e UFSC; (ii) no que diz respeito à inserção internacional, as instituições que apresentaram melhor desempenho foram USP, Fucape e UFSC; (iii) os programas com as maiores pontuações médias por docente foram UFSC, FURB e UFES; (iv) no que diz respeito à dispersão da produção dos docentes (coeficiente de variação), as instituições com melhor desempenho foram FUCAPE, UnB e USP e (v) FURB, UFSC, UnB e FUCAPE apresentaram a maior proporção de docentes considerados produtivos no triênio. 

Palavras-chave


Pós-graduação; Contabilidade; Produção bibliográfica; Periódicos científicos

Texto completo:

PDF


Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, Brasil. ISSN: 2237-7662


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional