Avaliação da Gestão da Seção de Subsistência de uma Organização Militar quanto ao uso da Dotação Orçamentária Específica para Provimento de Alimentação: O Caso da Base Aérea de Florianópolis - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v12n37p9-23

Autores

  • Keila Viviane Tedesco Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (SC)
  • Laura Letsch Soares Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (SC)
  • Renato Flores Pinheiro Machado Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (SC)

Palavras-chave:

Avaliação de desempenho, Restaurante militar, Administração pública.

Resumo

O mercado competitivo exige que as empresas adaptem-se rapidamente às mudanças do ambiente em que estão inseridas, sob o risco de não sobreviverem diante das concorrentes. Cada vez mais, as organizações estão implantando formas flexíveis de gestão que lhes permitem atingir os objetivos de forma eficiente. Esse processo de adaptação é observado com mais intensidade nas empresas privadas, enquanto os gestores públicos parecem despreocupados no que diz respeito à otimização no uso dos recursos sobre os quais exercem gerência. Contudo, um organismo público, quando mal gerenciado, pode comprometer o seu próprio funcionamento e o dos demais órgãos que dependem de seus serviços, além de comprometer a aplicação dos recursos financeiros públicos. Este trabalho constituiu-se em um estudo de caso a respeito da implantação de melhorias gerenciais na Seção de Subsistência da Base Aérea de Florianópolis, em meados de 2009, com o objetivo de melhorar o desempenho do setor. O trabalho é descritivo com coleta de dados primários e secundários em documentos e sistemas corporativos e aplicação de questionário aos clientes do setor. A partir de variáveis quali-quantitativas são definidos indicadores que permitem, sob a lógica dedutiva, avaliar comparativamente o desempenho da seção nos 12 (doze) meses anteriores e nos posteriores às mudanças gerenciais. Os resultados observados constatam a economia de recursos financeiros, o aumento da satisfação dos usuários, em especial, nos quesitos de qualidade e saúde.

Biografia do Autor

Keila Viviane Tedesco, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (SC)

Mestre em Contabilidade pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2011), possui graduação em Ciências Contábeis pela UFSC (2002). Atualmente é professora do curso de Ciências Contábeis da ASSESC e da SOCIESC. Exerce cargo de sócia administradora na empresa Diretriz Assessoria Contábil.

Laura Letsch Soares, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (SC)

Graduação em Ciências Contábeis na AEUDF em 1989. Mestrado em Ciências Contábeis na UFSC em 2013. Exerce atividades de auditoria na Controladoria Geral da União em Santa Catarina.

Renato Flores Pinheiro Machado, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (SC)

Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2010).

Downloads

Como Citar

Tedesco, K. V., Soares, L. L., & Machado, R. F. P. (2013). Avaliação da Gestão da Seção de Subsistência de uma Organização Militar quanto ao uso da Dotação Orçamentária Específica para Provimento de Alimentação: O Caso da Base Aérea de Florianópolis - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v12n37p9-23. Revista Catarinense Da Ciência Contábil, 12(37), p. 09–23. Recuperado de https://revista.crcsc.org.br/index.php/CRCSC/article/view/1895

Edição

Seção

Artigos