Determinantes do Nível de Conformidade das Evidenciações Relativas ao CPC 27 em Empresas do Novo Mercado da BM&FBOVESPA - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v14n41p33-45

Autores

  • Itzhak David Simão Kaveski Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS/CPAN
  • Antonio Maria da Silva Carpes Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Roberto Carlos Klann Fundação Universidade Regional de Blumenau – FURB

Palavras-chave:

Divulgação, Ativo imobilizado, CPC 27.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo identificar os fatores que explicam o nível de divulgação relativo ao CPC 27 - Ativo Imobilizado, por empresas listadas no segmento do Novo Mercado de Governança Corporativa da BM&FBovespa, considerando como seus prováveis determinantes as variáveis tamanho, imobilizado total, endividamento e rentabilidade do imobilizado. O estudo caracteriza-se como descritivo, conduzido por meio de análise documental e abordagem quantitativa. A população é composta de 109 empresas em 2011, abrangendo uma amostra de 106 empresas. Para coleta dos dados foi elaborado um check list composto de 17 itens baseados no Pronunciamento Técnico CPC 27. A técnica de análise, buscando alcançar a proposta de pesquisa, deu-se por meio de regressão linear múltipla.  Nos resultados encontrados, verificou-se uma relação positiva significativa entre o ativo imobilizado das empresa e o índice de evidenciação, verificado pelos itens correspondentes aos requisitos mencionados no CPC 27. No que tange às variáveis determinantes do processo de evidenciação, verificou-se que "Imobilizado" está positivamente associado à divulgação de informações sobre ativo imobilizado. Já a "Rentabilidade" está negativamente associada à divulgação. Não se verificou associação significante entre "Endividamento" e "Tamanho" com a divulgação de informações sobre imobilizado. É necessário considerar, ainda, o baixo fator explicativo das variáveis determinantes da evidenciação recomendada pelo CPC 27  e a necessidade de se estender a investigação dentro do tema, possibilitando comparações e extração de novas evidências conclusivas.

Biografia do Autor

Itzhak David Simão Kaveski, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS/CPAN

Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Regional de Blumenau - FURB. Professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/Campus do Pantanal - UFMS/CPAN.

Antonio Maria da Silva Carpes, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Mestre em Ciências Contábeis  pela Universidade do Vale do Rio  dos Sinos - UNISINOS. Professor na Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS - Campus Laranjeiras do Sul PR. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blumenau - FURB.

Roberto Carlos Klann, Fundação Universidade Regional de Blumenau – FURB

Doutor em Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau - FURB Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blumenau - FURB.

Downloads

Publicado

23/04/2015

Como Citar

Kaveski, I. D. S., Carpes, A. M. da S., & Klann, R. C. (2015). Determinantes do Nível de Conformidade das Evidenciações Relativas ao CPC 27 em Empresas do Novo Mercado da BM&FBOVESPA - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v14n41p33-45. Revista Catarinense Da Ciência Contábil, 14(41), p. 33–45. Recuperado de https://revista.crcsc.org.br/index.php/CRCSC/article/view/2046

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)