Proposta de Implementação do Custeio Baseado em Atividades na Gestão de Serviços Odontológicos - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v12n34p9-22

Karyn de Castro Serratine, Fabiano Maury Raupp

Resumo


O artigo tem por objetivo estruturar uma proposta de implementação do custeio baseado em atividades na gestão de serviços odontológicos. Foi realizada uma pesquisa descritiva, por meio de um estudo de caso, com abordagem predominantemente qualitativa. O estudo inicia com uma incursão teórica nos fundamentos que sustentam o estudo empírico, abordando a importância da gestão estratégica de custos, o custeio baseado em atividades - ABC e a utilização do ABC em empresas de saúde. Após, são apresentados os procedimentos metodológicos adotados. Na sequência, discute-se a proposta realizada. A proposta de implementação do ABC contempla quatro macroetapas: identificação das atividades; atribuição dos custos às atividades; identificação dos objetos de custos; e atribuição dos custos das atividades aos objetos de custos. Foram selecionados seis procedimentos odontológicos prestados: avaliação, profilaxia, restauração, endodontia, exodontia e coroa protética porcelana. A escolha justifica-se por se tratar dos procedimentos mais representativos em termos de ocorrência e de faturamento. Além da proposta de implementação do ABC, fez-se a análise dos custos diretos de cada objeto de custo. Os custos diretos identificados referem-se aos materiais utilizados e ao processo de esterilização realizado.

Palavras-chave


Custeio Baseado em Atividades; Serviços odontológicos; Estudo de caso.

Texto completo:

PDF


Revista Catarinense da Ciência Contábil, Florianópolis, SC, Brasil. ISSN: 2237-7662


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional