Avaliação da capacidade de julgamento & tomada de decisão baseado nas Normas Internacionais de Contabilidade

Ieda Margarete Oro, Roberto Carlos Klann

Resumo


As normas internacionais vigentes evidenciam a necessidade do julgamento e tomada de decisão dos profissionais da contabilidade nas questões que envolvem o reconhecimento e a mensuração dos fatos contábeis. O objetivo deste estudo é avaliar a capacidade de julgamento e tomada de decisão de acadêmicos de ciências contábeis na resolução de questões que envolvem as normas internacionais. Em função das características do estudo, buscou-se, no desenvolvimento da análise, a associação com as heurísticas clássicas da tomada de decisão: representatividade, disponibilidade, ancoragem e ajuste. A pesquisa caracteriza-se como um estudo exploratório, survey com abordagem quantitativa. A amostra consistiu de 97 alunos do curso de graduação em Ciências Contábeis de uma universidade de Santa Catarina. O questionário selecionou 6 questões que envolvem julgamento e tomada de decisão e integram provas do Conselho Federal de Contabilidade. Na análise das heurísticas, que envolvem o julgamento e a tomada de decisão, constatou-se maior uso das heurísticas da disponibilidade e ancoragem e ajuste nas questões analisadas. A média percentual de acertos nas seis questões foi considerada baixa, contudo, não invalida os resultados, mas chama a atenção para o grau de racionalidade limitada nas decisões. É preciso ressaltar que os vieses cognitivos podem ser provocados pelo uso das heurísticas. Os achados da pesquisa revelam pontos significativos e que reforçam a importância do julgamento e tomada de decisão na formação acadêmica, como habilidade do Contador.

Palavras-chave


Julgamento; Tomada de Decisão; Heurísticas; Normas Internacionais de Contabilidade.



Revista Catarinense da Ciência Contábil – CRCSC, Florianópolis, SC, Brasil. eISSN: 2237-7662, ISSN: 1808-3781


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.