A tributação do imposto sobre produtos industrializados e a eficiência energética – um estudo comparativo entre produtos de uso doméstico - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v10n28p9-25

Autores

  • Marisa Nilson
  • Luiz Felipe Ferreira
  • Denize Demarche Minatti Ferreira

Palavras-chave:

Imposto sobre produtos industrializados, Eficiência energética, Produtos.

Resumo

Desenvolver produtos que visam auxiliar o uso racional dos recursos se apresenta como uma ferramenta interessante no auxílio à manutenção de um meio ambiente equilibrado. Este artigo tem por objetivo identificar se a eficiência energética de produtos nacionais está amparada por redução de alíquota no âmbito do IPI. Visando atingir este objetivo realizou-se um estudo exploratório através de uma pesquisa documental e bibliográfica. A seleção dos produtos apresentados para este estudo foi realizada a partir dos parâmetros de consumo/eficiência energética disponíveis no site do INMETRO e elaboradas a partir de informações do Programa Procel. Os critérios avaliados escolha dos produtos foi à utilidade e funcionalidade domésticas. Sendo o refrigerador escolhido por atuar no consumo, a lavadora de roupas por auxiliar nas atividades domésticas, o chuveiro elétrico voltado para higiene pessoal e o televisor por estar vinculado ao lazer e entretenimento. A pesquisa identifica que produtos com a mesma unidade funcional, apresentam índices de eficiência energética diferentes, tanto no consumo de água, no caso das lavadoras de roupas e de energia elétrica para todos os itens, e que a alíquota de IPI é a mesma para os produtos com melhores índices de eficiência energética, bem como para os piores índices. Os resultados demonstram que a correta escolha por parte do consumidor na compra de um refrigerador por representar uma economia de até 30% no consumo de energia elétrica mensal, já no caso de uma lavadora de roupas seu consumo mensal de água poderá representar 1605 l a mais entre os modelos de pior e melhor eficiência no consumo de água.

Biografia do Autor

Marisa Nilson

Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Luiz Felipe Ferreira

Contador, com Mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina e Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é Professor da Universidade Federal de Santa Catarina.

Denize Demarche Minatti Ferreira

Graduada em Ciências Biológicas. Mestre em Ciência e Tecnologia Ambiental e Doutoranda na área de Gestão do Conhecimento do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina. Atuação em administração de Instituição de Ensino Superior em Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Orientadora de trabalhos de conclusão de curso e atividades de pesquisa. Consultoria ADHOC de Projetos de Pesquisa.

Downloads

Publicado

26/10/2011

Como Citar

Nilson, M., Ferreira, L. F., & Ferreira, D. D. M. (2011). A tributação do imposto sobre produtos industrializados e a eficiência energética – um estudo comparativo entre produtos de uso doméstico - DOI: http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v10n28p9-25. Revista Catarinense Da Ciência Contábil, 10(28), p. 09–25. Recuperado de https://revista.crcsc.org.br/index.php/CRCSC/article/view/1164

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)